Eliane ironiza saúde do governo Temer

Colunista Eliane Cantanhêde, uma das maiores defensoras do governo de Michel Temer, reagiu com ironia neste domingo, 26, ao desembarque de nomes importantes do governo, nas véspera do carnaval; Eliane lembra saída de José Serra, a licença de Eliseu Padilha após as revelações de que usou José Yunes como "mula" para receber pacote de dinheiro da Odebrecht, mas reconhece que ocaso de Michel Temer segue roteiro traçado pelo ex-aliado, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ); "Falta diagnóstico para um sintoma estranho: as delações que embolam Padilha, Yunes, o doleiro Lúcio Funaro e pacotes de dinheiro para o PMDB seguem o mesmo script das perguntas cifradas de Cunha para Temer como sua testemunha de defesa", afirma

Colunista Eliane Cantanhêde, uma das maiores defensoras do governo de Michel Temer, reagiu com ironia neste domingo, 26, ao desembarque de nomes importantes do governo, nas véspera do carnaval; Eliane lembra saída de José Serra, a licença de Eliseu Padilha após as revelações de que usou José Yunes como "mula" para receber pacote de dinheiro da Odebrecht, mas reconhece que ocaso de Michel Temer segue roteiro traçado pelo ex-aliado, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ); "Falta diagnóstico para um sintoma estranho: as delações que embolam Padilha, Yunes, o doleiro Lúcio Funaro e pacotes de dinheiro para o PMDB seguem o mesmo script das perguntas cifradas de Cunha para Temer como sua testemunha de defesa", afirma
Colunista Eliane Cantanhêde, uma das maiores defensoras do governo de Michel Temer, reagiu com ironia neste domingo, 26, ao desembarque de nomes importantes do governo, nas véspera do carnaval; Eliane lembra saída de José Serra, a licença de Eliseu Padilha após as revelações de que usou José Yunes como "mula" para receber pacote de dinheiro da Odebrecht, mas reconhece que ocaso de Michel Temer segue roteiro traçado pelo ex-aliado, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ); "Falta diagnóstico para um sintoma estranho: as delações que embolam Padilha, Yunes, o doleiro Lúcio Funaro e pacotes de dinheiro para o PMDB seguem o mesmo script das perguntas cifradas de Cunha para Temer como sua testemunha de defesa", afirma (Foto: Aquiles Lins)

247 - A colunista Eliane Cantanhêde, uma das maiores defensoras do governo de Michel Temer, reagiu com ironia neste domingo, 26, ao desembarque de nomes importantes do governo, nas véspera do carnaval. 

"O senador José Serra, que operou a coluna em dezembro, renunciou ao Ministério das Relações Exteriores alegando fortes dores e a evidente incompatibilidade entre ser chanceler e não poder viajar, sobretudo em voos longos. O chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, está com problemas na próstata, foi internado dois dias antes e pediu licença no mesmo dia em que voltaram às manchetes as versões de que usava José Yunes, velho amigo do presidente Michel Temer, como "mula" para receber de um doleiro milhões de reais para o PMDB", afirma.

A colunista diz também que o ministro Moreira Franco, o "Angorá", passou a "rugir" diante de perguntas de certa forma óbvias, como na entrevista ao jornal Valor (leia aqui). "Apesar de manter o título de ministro e o foro privilegiado, ele está com enxaqueca?", questiona Eliane. 

"Temer se diz saudável, otimista e animado, apesar das dores de coluna, problemas de próstata e enxaquecas que assolam sua equipe com a frente fria da Lava Jato", acredita. 

A colunista reconhece que ocaso de Michel Temer segue roteiro traçado pelo ex-aliado, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso em Curitiba. "Falta diagnóstico para um sintoma estranho: as delações que embolam Padilha, Yunes, o doleiro Lúcio Funaro e pacotes de dinheiro para o PMDB seguem o mesmo script das perguntas cifradas de Cunha para Temer como sua testemunha de defesa. No carnaval para tudo, mas a Quarta Feira de Cinzas está logo aí e a Lava Jato volta para ameaçar a saúde dos poderosos. A qualquer hora, pode cair a máscara de frieza de Cunha e sabe-se lá o que vai aparecer entre confetes e serpentinas", afirma. 

Leia na íntegra o artigo de Eliane Cantanhêde no Estado de S. Paulo. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247