‘Em governo tucano, filho de um seria protegido’

Jornalista do Globo Jorge Bastos Moreno comenta, pelo Twitter, a nova fase da Operação Zelotes, que mira Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, e diz que "em governos de adversários, se ajeitariam pra filho de um não ser molestado pela política. Eles se protegem"; "Se governo de Dilma protegesse filho de Lula, seria escândalo. Não seria se o presidente fosse do PSDB. É sempre assim", escreveu ainda o colunista

Jornalista do Globo Jorge Bastos Moreno comenta, pelo Twitter, a nova fase da Operação Zelotes, que mira Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, e diz que "em governos de adversários, se ajeitariam pra filho de um não ser molestado pela política. Eles se protegem"; "Se governo de Dilma protegesse filho de Lula, seria escândalo. Não seria se o presidente fosse do PSDB. É sempre assim", escreveu ainda o colunista
Jornalista do Globo Jorge Bastos Moreno comenta, pelo Twitter, a nova fase da Operação Zelotes, que mira Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, e diz que "em governos de adversários, se ajeitariam pra filho de um não ser molestado pela política. Eles se protegem"; "Se governo de Dilma protegesse filho de Lula, seria escândalo. Não seria se o presidente fosse do PSDB. É sempre assim", escreveu ainda o colunista (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Ao comentar a nova fase da Operação Zelotes, deflagrada nesta segunda-feira 26 e que inclui mandado de buscas no escritório de Luís Claudio Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Lula, o jornalista do Globo Jorge Bastos Moreno sugere que, se o governo fosse comandado pelo PSDB, provavelmente Luís Claudio seria protegido.

"Pelo pouco que sei da política, em governos de adversários, se ajeitariam pra filho de um não ser molestado pela política. Eles se protegem. Se governo de Dilma protegesse filho de Lula, seria escândalo. Não seria se o presidente fosse do PSDB. É sempre assim", escreveu Moreno em sua conta no Twitter.

O colunista do Globo avalia ainda, sobre o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que "com a busca da PF na casa de Lulinha, Cardozão fica mais distante do ministério da Justiça. Mas ele não tá nem aí pra isso".

Em seguida, faz um elogio ao braço direito da presidente Dilma: "Se tem um petista que, entre acertos e muitos desacertos, tem saldo positivo em termos de respeitar o Estado é o Cardozão."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247