Em último comentário, Boechat falou de sucessão de tragédias no País

Na Rádio BandNews FM, nesta manhã, o jornalista Ricardo Boechat citou o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, que deixou até o momento 165 mortos e 160 desaparecidos, além da morte de dez jovens da categoria de base do Flamengo, no final da última semana, entre outras tragédias; "A impunidade é o que rege, é o que comanda a orquestra das tragédias nacionais", disse, horas antes de ser vítima fatal de um acidente de helicóptero; assista ao comentário

Em último comentário, Boechat falou de sucessão de tragédias no País
Em último comentário, Boechat falou de sucessão de tragédias no País

247 - No último comentário jornalístico feito antes do acidente de helicóptero que o levou à morte nesta segunda-feira 11, o jornalista Ricardo Boechat falou sobre o que considerava ser uma "sucessão de tragédias" no Brasil. Horas depois, ele próprio foi vítima de uma tragédia fatal em São Paulo.

Na Rádio BandNews FM, ele citou o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, que deixou até o momento 165 mortos confirmados e 160 ainda desaparecidos, além da morte de dez jovens da categoria de base do Flamengo, no final da última semana, entre outras tragédias. Ele também destacou uma reportagem do jornal O Globo intitulada "Negligência e impunidade marcam tragédias no País".

"A impunidade é o que rege, é o que comanda a orquestra das tragédias nacionais", disse Ricardo Boechat. Assista:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247