Esquerda que não quer 'Fora Bolsonaro' não entende nada de política

"Cada vez que Bolsonaro dá um upgrade nas suas provocações (como ontem, na manifestação dupla pelo vírus e pela ditadura), aparecem os estrategistas da nossa esquerda para dizer que não é hora de pensar em impeachment", diz o analista político Luis Felipe Miguel

(Foto: Reprodução | Mídia Ninja)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "A correlação de forças não é propícia. É ilusão. Não temos mobilização suficiente. Não temos votos no Congresso. E assim por diante", diz o analista político Luís Felipe Miguel em um artigo publicado em sua página no Facebook.

"Acho incrível. Essa conversa é de gente que leu Marx, leu Lênin, leu Gramsci. Pelo jeito não captaram a primeira lição dos escritos deles", destaca.

"É claro que nunca vai haver correlação de forças propícia, para fazer nada, se fizermos política julgando que uma dada correlação de forças está congelada. Se nossa ação no mundo não entrar no diagnóstico que fazemos desse mesmo mundo", observa.

Segundo ele o "[Fora Bolsonaro] é uma bandeira que tem condições de prosperar, mesmo nas condições adversas que enfrentamos, porque uma parte crescente da população já vê que sua manutenção na presidência é, literalmente, um risco à vida de todos nós".

"Mas se a oposição a Bolsonaro prefere não fazer nada, seja por comodismo ou por julgar (insanamente) que é mais negócio ficar esperando por 2022, daí nada ocorrerá, mesmo. E quando a besta-fera permanecer no poder, vão nos olhar com aquele olhar douto e dizer: "É, nós tínhamos razão, ele não caiu mesmo, finaliza.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247