Estadão apaga matéria sobre menina que se recusou a cumprimentar Bolsonaro

O jornal O Estado de S. Paulo tirou do ar a reportagem sobre a menina que se recusou a cumprimentar o presidente Jair Bolsonaro numa cerimônia de Páscoa no Palácio do Planalto; o link dá em "página não encontrada"; há dois dias, o veículo publicou um editorial elogiando o chefe do Planalto, que, em contradição com o seu discurso, afirmou que a mídia é necessária para que a democracia "não se apague"

Estadão apaga matéria sobre menina que se recusou a cumprimentar Bolsonaro
Estadão apaga matéria sobre menina que se recusou a cumprimentar Bolsonaro (Foto: Esq.: Alan Santos - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornal O Estado de S. Paulo tirou do ar a reportagem sobre a menina que se recusou a cumprimentar o presidente Jair Bolsonaro numa cerimônia de Páscoa no Palácio do Planalto. O link dá em “página não encontrada”, conforme relata o jornalista Kiko Nogueira, no Diario do Centro do Mundo.

Há dois dias, o veículo publicou um editorial elogiando o chefe do Planalto, que, em contradição com o seu discurso, afirmou que a mídia é necessária para que a democracia "não se apague".
 
De acordo com o editorial, a declaração de Bolsonaro, "dadas as atuais circunstâncias de polarização do País, merece o devido registro"."Ao reconhecer a importância do trabalho da imprensa para a democracia, o presidente Jair Bolsonaro está igualmente reconhecendo a importância de um jornalismo livre e independente", disse o jornal.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247