Estado: comunicação de Temer não é profissional

Em editorial, jornal O Estado de S. Paulo diz que "é um tanto exagerado falar em nova estratégia de comunicação quando o governo ainda carece, como se vê no dia a dia, de uma política de informação conduzida profissionalmente"

Temer no Palácio do Planalto 11/8/2016 REUTERS/Adriano Machado
Temer no Palácio do Planalto 11/8/2016 REUTERS/Adriano Machado (Foto: Gisele Federicce)

247 – "Se o presidente Michel Temer quer mesmo combater a desinformação, neutralizar boatos e preservar o governo de suspeitas e acusações sem fundamento, deve começar melhorando a comunicação do Executivo", alerta o jornal O Estado de S. Paulo, em editorial nesta sexta-feira 16.

"Nenhum rumor sobre redução de gastos em saúde e educação ou sobre conspiração contra os direitos do trabalhador surgiu do nada ou foi meramente inventado por detratores. Todos os mal-entendidos surgiram de confusões criadas pela equipe governamental", diz o texto, fazendo críticas a deslizes de ministros do governo Temer.

"Em resumo, o governo se comunica de forma desorganizada e amadora e irresponsável, mas o presidente parece desconhecer esse fato", coloca o Estado. De acordo com o veículo, "é um tanto exagerado falar em nova estratégia de comunicação quando o governo ainda carece, como se vê no dia a dia, de uma política de informação conduzida profissionalmente".

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247