Exército é parte do caos, e não garantia contra ele, diz Safatle

"As Forças Armadas nunca foram uma garantia contra o 'caos'. Elas foram parte fundamental do caos", escreve o sociólogo Vladimir Safatle a respeito da ameaça de intervenção militar feita pelo general Mourão; "Como esperar moralidade de uma instituição que nunca viu maiores problemas em abrigar torturadores, estupradores, ocultadores de cadáveres, operadores de terrorismo de Estado, entre tantas outras grandes ações morais? As Forças Armadas brasileiras nunca tomaram distância dessas pessoas, expondo à nação um mea-culpa franco", completa

Safatle
Safatle (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Em sua coluna nesta sexta, o sociólogo Vladimir Safatle faz uma dura crítica à postura do Exército Brasileiro, após a ameaça de intervenção militar proposta pelo general Mourão.

Confira abaixo alguns trechos do texto:

"Alguém poderia explicar à população de qual delírio saiu a crença de que as Forças Armadas brasileiras têm alguma moral para prometer redenção moral do país?

Que se saiba, quando seus pares tomaram de assalto o Palácio do Planalto, cresceram à sua sombra grandezas morais do quilate de José Sarney, Paulo Maluf, Antonio Carlos Magalhães: todos pilares da ditadura. Enquanto eles estavam a atirar e censurar descontentes, o Brasil foi assolado por casos de corrupção como Capemi, Coroa Brastel, Brasilinvest, Paulipetro, grupo Delfin, projeto Jari, entre vários outros. Isso mesmo em um ambiente marcado pela censura e pela violência arbitrária.

De toda forma, como esperar moralidade de uma instituição que nunca viu maiores problemas em abrigar torturadores, estupradores, ocultadores de cadáveres, operadores de terrorismo de Estado, entre tantas outras grandes ações morais? As Forças Armadas brasileiras nunca tomaram distância dessas pessoas, expondo à nação um mea-culpa franco.

Ao contrário, elas os defenderam, os protegeram, até hoje. Que, ao menos, elas não venham oferecer ao país o espetáculo patético de aparecerem à cena da vida pública como defensoras de um renascimento moral feito, exatamente, pelas mãos de imoralistas. As Forças Armadas nunca foram uma garantia contra o 'caos'. Elas foram parte fundamental do caos."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247