Extrema-direita vai às ruas para proteger Moro e Dallagnol

A extrema-direita brasileira volta às ruas depois do fiasco do dia 26 de maio. Desta vez, além do dinheiro sempre farto e não declarado por trás da logística, ter-se-á os movimentos aparelhados MBL e Vem Pra Rua, rescussitados para uma operação de emergência depois que Bolsonaro derreteu

Homem, branco e conservador é o perfil da micareta fascista
Homem, branco e conservador é o perfil da micareta fascista

247 - A extrema-direita brasileira volta às ruas depois do fiasco do dia 26 de maio. Desta vez, além do dinheiro sempre farto e não declarado por trás da logística, ter-se-á os movimentos aparelhados MBL e Vem Pra Rua, rescussitados para uma operação de emergência depois que Bolsonaro derreteu

O Blog da Cidadania do jornalista Eduardo Guimarães destaca mais detalhes da expectativa para amanhã: "organizado pelo movimento de extrema-direita e bolsonarista Vem Pra Rua, as manifestações de domingo (30/6) se dizem destinadas a apoiar a reforma da Previdência, “medidas contra o crime”, Sergio Moro e a operação Lava Jato.

A matéria ainda acrescenta que "como sempre, as imagens das manifestações mostrarão uma maioria branca e de classe média alta. E como vivemos em um país superpopuloso, até gente de alto poder aquisitivo e imune ao “racismo cordial” brasileiro consegue juntar multidões."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247