Facebook admite ter acessado 1,5 milhão de emails sem consentimento de usuários

A violação aconteceu em serviços de emails não utilizavam o protocolo OAuth para autenticação, mas ainda assim precisavam passar pela checagem da plataforma para darem acesso aos perfis

Facebook admite ter acessado 1,5 milhão de emails sem consentimento de usuários
Facebook admite ter acessado 1,5 milhão de emails sem consentimento de usuários (Foto: REUTERS/Dado Ruvic)

247 - O Facebook admite que acessou sem autorização os contatos de mais de 1,5 milhão de pessoas. A violação aconteceu em serviços de emails não utilizavam o protocolo OAuth para autenticação, mas ainda assim precisavam passar pela checagem da plataforma para darem acesso aos perfis.

A rede social pedia para que os usuários fornecessem a senha para sua conta de email e fazia uma cópia dos dados.

Este é mais um da série de escândalos envolvendo a violação de dados e segurança do Facebook, que vai desde a revelação de que armazenou senhas de usuários em arquivos de texto simples até o escândalo do vazamento de 50 milhões de contas para a Cambridge Analytica, o que teria impactado na eleição de Donald Trump. A informação é da Business Insider

A invasão feita pela rede social foi denunciada pela organização em prol dos direitos dos usuários de internet e da privacidade, que classifica o acesso não-autorizado a informações como crime. De acordo com a organização, a coleta de informações começou em maio de 2016 até, pelo menos, o início de abril deste ano.

O Facebook minimizou e chamou o fato de um "erro" que estaria relacionado a uma mudança nos protocolos de login usados pela rede social, que, no passado, utilizava esse método para contas sem OAuth. Segundo a rede social, alterações no sistema fizeram com que um pedido de autorização de acesso aos contatos desaparecesse, mas deram à plataforma permissão para fazer isso mesmo sem o aceite dos utilizadores.

O Facebook diz ainda que jamais teve acesso ao conteúdo de e-mails, mas admitiu ter usado as informações de contatos para sugestões de amigos e direcionamento de publicidade.

A reportagem é do Canal Tech.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247