Fantástico exibe reportagem de 10 minutos sobre devastação ambiental promovida por Salles e Bolsonaro

Reportagem de 10 minutos feita pelo jornalista Marcelo Canellas expôs a devastação do Meio Ambiente conduzida pelo governo Jair Bolsonaro e lembrou que o MPF pediu o afastamento do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pelo "desmonte das políticas ambientais"

Jair Bolsonaro e Ricardo Salles
Jair Bolsonaro e Ricardo Salles (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Plínio Teodoro, na Revista Fórum - Em reportagem de 10 minutos feita pelo jornalista Marcelo Canellas, o Fantástico partiu para cima do ministro Ricardo Salles e engrossou as críticas contra a política de devastação do Meio Ambiente conduzida pelo governo Jair Bolsonaro, que é alvo de investigação do Ministério Público.

Logo no início, a reportagem destaca a frase de Bolsonaro na live da última semana dizendo que “a floresta nossa é úmida, não pega fogo” ressaltando que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) “contradiz o presidente”.

O Fantástico então mostra uma linha do tempo com as “polêmicas” de Salles “praticamente alimentadas mês a mês” e dá destaque ao vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, quando o ministro diz que é preciso aproveitar a pandemia do coronavírus para “ir passando a boiada e mudando todo regramento”.

Leia a íntegra na Fórum.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247