Fazer política sem fazer política, eis a questão

O ex-tucano e ex-secretário do Meio Ambiente de São Paulo, Xico Graziano, pergunta como Bolsonaro quer fazer política sem articular politicamente; ele diz: "a eleição de Bolsonaro, sabidamente, ocorreu por fora do sistema político erigido após a redemocratização do país. Ele venceu sem partido, sem apoios políticos, sem tempo de televisão e contra a mídia tradicional"; para Graziano, a aversão à política de Bolsonaro se mantém após as eleições

Fazer política sem fazer política, eis a questão
Fazer política sem fazer política, eis a questão (Foto: Marcos Corr�a/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-tucano e ex-secretário do Meio Ambiente de São Paulo, Xico Graziano, pergunta como Bolsonaro quer fazer política sem articular politicamente. Ele diz: "a eleição de Bolsonaro, sabidamente, ocorreu por fora do sistema político erigido após a redemocratização do país. Ele venceu sem partido, sem apoios políticos, sem tempo de televisão e contra a mídia tradicional." Para Graziano, a aversão à política de Bolsonaro se mantém após as eleições. 

Em artigo publicado no site 360, o ex-tucano destaca: "mesmo antes de sua vitória já se perguntava: será que Bolsonaro conseguirá governar? A ampla renovação do Congresso Nacional parecia indicar que Bolsonaro construiria base política própria, alinhada com seus princípios de governo. Não se verificou."

E emenda: "os deputados de primeiro mandato somam 243 entre 513 parlamentares (47,3%). Trazem a vantagem do novo; pagam, porém, o preço da inexperiência. Os novatos gastam energia batendo cabeça, ou brigando entre si, numa Casa onde velhas raposas perderam sua cadeira, mas outras graúdas lá permaneceram. Idealismo existe, mas artimanhas são a regra na Câmara dos Deputados."

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247