Fernando Brito: Bolsonaro faz o super “toma lá, dá cá” da Previdência

"São quase 500 liberações de verbas. São centenas de milhões, perto de um bilhão de reais em recursos públicos", escreve o jornalista Fernando Brito, do Tijolaço; "Difícil posar de “estadista” com tal tropa de mercenários, nao é, Rodrigo Maia?", acrescenta

(Foto: Alan Santos - PR)

Por Fernando Brito, do Tijolaço - São 50 páginas com tabelas como o trecho reproduzido acima.

São quase 500 liberações de verbas

São centenas de milhões, perto de um bilhão de reais em recursos públicos.

Tudo de uma tacada só.

Essa é a conta, publicada em edição extra do Diário Oficial (aqui e aqui), para aprovar a reforma da Previdência.

Nunca antes na história deste país houve um tão explícito “toma lá dá, dá cá” entre um governo e deputados.

Compra de votos na veia.

A imprensa brasileira, tão “republicana”, não trata isso como escândalo, porque, para ela, “a causa é nobre”: retirar direitos previdenciários dos trabalhadores e liberar recursos públicos para o setor financeiro, o único que funciona – e a pleníssimo vapor – na economia brasileira.

São centenas de parlamentares, muito mais que os 20 processados no famoso caso dos “Anões do Orçamento”, no início dos anos 90.

Difícil posar de “estadista” com tal tropa de mercenários, nao é, Rodrigo Maia?

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247