Fernando Brito: Doria também “mira na cabecinha”

O jornalista Fernando Brito, do Tijolaço, critica uma peça publicitária do governador de São Paulo. "É assim a campanha eleitoral, digo, publicitária do governo João Doria, sobre seus feitos como 'general' da segurança", destaca

(Foto: Governo do Estado de São Paulo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fernando Brito, do Tijolaço - Cenas de guerra, direitinho, mas livres para todas as idades nas tevês dos lares paulistas.

É assim a campanha eleitoral, digo, publicitária do governo João Doria, sobre seus feitos como “general” da segurança.

Coisa de assustar, mesmo. Padrão Rambo ou Chuck Norris.

Está lotado o supermercado da morte: Bolsonaro, libera armas, Moro distribui “excludentes de ilicitude”, Witzel manda mirar nas criancinhas, ops, nas cabecinhas e agora os filmetes descritos pela Folha como uma “espécie de cruzamento de Tropa de Elite com algum episódio da série CSI: policiais atirando, pesquisas forenses em laboratório, tudo com um padrão cinematográfico”.

Não falta muito para lançarem um programa Minha Bala, sua Vida ou o “Cada Cadáver, um Voto”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email