Fernando Brito: Lula fala ao país o que o país desaprendeu a ouvir

Em uma mensagem presidencial, o ex-presidente Lula falou à nação o que o povo precisa ouvir e apresentou um projeto por soluções aos problemas nacionais

No 7 de Setembro, Lula apresentou um projeto nacional
No 7 de Setembro, Lula apresentou um projeto nacional (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "É estranho que, na data nacional do Brasil, não seja o presidente da República, mas um líder – que, do ponto de vista formal está afastado das disputas políticas por uma perseguição judicial – seja o único que tenha tomado a iniciativa de se posicionar sobre os problemas e desafios de um país que está mergulhado numa gravíssima crise sanitária e econômica, talvez a maior de sua história", escreve Fernando Brito no Tijolaço.

"Embora, na sua fala de 23 minutos, Lula tenha abordado um conjunto de temas sanitários, econômicos e sociais, o que mais chama a atenção é algo a que nos desacostumamos a ouvir dos políticos: a ideia de um projeto para o país, um discurso articulado sobre a vida nacional e seus problemas e soluções".

"Contra o que diz, os adeptos do bolsonarismo nada dizem senão arremessar uma tempestade de insultos com os mesmo conceitos com que, quatro anos atrás, o powerpoint de Deltan Dallagnol envenenou o debate político no país. Conceitos que, aliás, foram revistos em todas as instâncias judiciais, exceto aquelas que se acorrentaram ao plano de Sergio Moro de usar a Justiça para fazer uma carreira política que, agora, parece ter sido morta pelo homem que levou ao poder".

Não é preciso achar Lula perfeito. Mas é imperioso que se o veja como a referência restante de um período em que o Brasil apostou na soberania, no desenvolvimento, na inclusão e na justiça social como o peças necessárias e indispensáveis a que este país e seu povo tenham um futuro que não sejam a fragmentação e a vassalagem.

Leia a íntegra

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email