Folha: ironias de Temer beiram a provocação

Em editorial publicado neste domingo, a Folha critica Michel Temer por ter provocado estudantes que ocupam escolas, ao dizer que eles não sabem o que é uma PEC; "Se a discussão é eminentemente técnica, cabe intensificar os esforços de debate e esclarecimento. As ironias de Michel Temer vão no sentido contrário, beirando a provocação. Age como se lhe bastasse a satisfação do Congresso e do mercado, prescindindo do apoio do conjunto da população", diz o editorial

Em editorial publicado neste domingo, a Folha critica Michel Temer por ter provocado estudantes que ocupam escolas, ao dizer que eles não sabem o que é uma PEC; "Se a discussão é eminentemente técnica, cabe intensificar os esforços de debate e esclarecimento. As ironias de Michel Temer vão no sentido contrário, beirando a provocação. Age como se lhe bastasse a satisfação do Congresso e do mercado, prescindindo do apoio do conjunto da população", diz o editorial
Em editorial publicado neste domingo, a Folha critica Michel Temer por ter provocado estudantes que ocupam escolas, ao dizer que eles não sabem o que é uma PEC; "Se a discussão é eminentemente técnica, cabe intensificar os esforços de debate e esclarecimento. As ironias de Michel Temer vão no sentido contrário, beirando a provocação. Age como se lhe bastasse a satisfação do Congresso e do mercado, prescindindo do apoio do conjunto da população", diz o editorial (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Em editorial publicado neste domingo, a Folha de S. Paulo critica duramente Michel Temer por ironizar os estudantes que ocupam escolas, ao dizer que eles não sabem o que é uma PEC.

"Se a discussão é eminentemente técnica, cabe intensificar os esforços de debate e esclarecimento. As ironias de Michel Temer vão no sentido contrário, beirando a provocação. Age como se lhe bastasse a satisfação do Congresso e do mercado, prescindindo do apoio do conjunto da população", diz o texto.

"O cargo de presidente exige unir, e não dividir a sociedade —até mesmo Donald Trump, de quem Temer não tem a aprender nada em termos de diplomacia, sabe disso."

Assista, abaixo, fala do filósofo Mário Sergio Cortella sobre as ironias de Temer:


Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247