Gaspari dá vexame e diz que Fora Temer é salto no escuro

Em artigo publicado neste domingo, o colunista Elio Gaspari, que imprimiu na sua biografia um vergonhoso artigo "Fica Temer", diz agora que saída do mais corrupto e mais impopular governo da história do Brasil seria um "salto no escuro"; afinal, por que Gaspari tem tanto medo da democracia?

Elio Gaspari
Elio Gaspari (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Em artigo publicado neste domingo, o colunista Elio Gaspari, que imprimiu na sua biografia um vergonhoso artigo "Fica Temer", diz agora que saída do mais corrupto e mais impopular governo da história do Brasil seria um "salto no escuro".

Afinal, por que Gaspari tem tanto medo da democracia?

Abaixo, um trecho de seu artigo:

Há um ano, quando a rua gritava "Fora, Dilma", sabia-se que para o seu lugar iria o vice-presidente, Michel Temer. Ele apresentou-se ao país propondo um governo de união nacional e tornou-se um campeão de impopularidade. Prometeu um ministério de notáveis, cercou-se de suspeitos e perdeu dois ministros (Romero Jucá e Geddel Vieira Lima) por flagrantes malfeitorias.

Pode-se não gostar de Temer, mas o doutor chegou à cadeira pelas regras do livrinho. Agora grita-se "Fora, Temer", mas não se pode saber quem irá para o lugar. Pela Constituição, o novo doutor seria eleito indiretamente pelos senadores e deputados. Basta que se ouçam as conversas de Temer, Aécio Neves (presidente do PSDB) e Romero Jucá (presidente do PMDB), grampeadas por Joesley Batista e Sérgio Machado, para ver que, sem a influência da opinião pública, daquele mato não sai coisa boa.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247