Gaspari diz que Bolsonaro foi avisado dos rolos de Queiroz por fonte da PF durante a disputa presidencial

Graças a esse aviso Queiroz pediu demissão do cargo que ocupava no gabinete do deputado Flávio Bolsonaro uma semana antes do primeiro turno da eleição do ano passado. Por coincidência, no mesmo dia, Nathalia, a filha de Queiroz, foi afastada do gabinete do próprio Jair Bolsonaro na Câmara, aponta o jornalista

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – "O presidente Bolsonaro pode não ter gostado da ação do Coaf acusando a bizarrize na movimentação financeira de seu filho Flávio e de seu amigo Fabrício Queiroz. Tudo bem, mas seu entorno gostou de ter recebido a informação de que Queiroz estava sendo investigado. Essa informação teria vindo de uma voz amiga da Polícia Federal", diz o jornalista Elio Gaspari, em sua coluna na Folha.

"Graças a esse aviso Queiroz pediu demissão do cargo que ocupava no gabinete do deputado Flávio Bolsonaro uma semana antes do primeiro turno da eleição do ano passado. Por coincidência, no mesmo dia, Nathalia, a filha de Queiroz,  foi afastada do gabinete do próprio Jair Bolsonaro na Câmara", conclui.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247