Gaspari sobre Eduardo embaixador: essencial é o julgamento da relação que papai quer ter com os EUA

"É nepotismo? Sem dúvida. O que isso quer dizer? Pouco", escreve o jornalista a respeito da indicação do filho do presidente para a embaixada em Washington

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em sua coluna na Folha de S.Paulo deste domingo 18, o jornalista Elio Gaspari comenta a indicação do deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, para embaixador em Washington e ressalta que o essencial no episóido "é o julgamento da relação que papai quer ter com os EUA".

“Jair Bolsonaro é um mágico. Baixa o nível do debate dos assuntos públicos, trata de cocô e não discute os 12 milhões de desempregados. É ajudado pela oposição que aceita sua agenda ilusionista. Um bom exemplo desse fenômeno é a qualidade do debate em torno da indicação de seu filho 03 para a embaixada do Brasil em Washington. É nepotismo? Sem dúvida. O que isso quer dizer? Pouco", escreve o jornalista.

"03 será sabatinado pela Comissão de Relações Exteriores do Senado. Ali, todos poderão mostrar suas qualificações. Os senadores perguntando e o deputado respondendo. Afinal, se “diplomacia sem armas é como música sem instrumentos”, ele vai para Washington tocar chocalho. Nepotismo e trumpismo serão aspectos subsidiários. O essencial é o julgamento da relação que papai Bolsonaro quer ter com os Estados Unidos", diz ainda.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email