Gaspari sugere esquema de Cunha na saúde

Segundo o colunista Elio Gaspari, há mais jabutis na forquilha da MP 627, caso delatado por Nelson de Mello, ex-diretor de relações institucionais da Hypermarcas; “a relação de Lucio Bolonha Funaro com Eduardo Cunha e dele com operadoras de planos de saúde levou o Ministério Público à caixa preta desse mercado bilionário que vive das mensalidades de 70 milhões de brasileiros”

Segundo o colunista Elio Gaspari, há mais jabutis na forquilha da MP 627, caso delatado por Nelson de Mello, ex-diretor de relações institucionais da Hypermarcas; “a relação de Lucio Bolonha Funaro com Eduardo Cunha e dele com operadoras de planos de saúde levou o Ministério Público à caixa preta desse mercado bilionário que vive das mensalidades de 70 milhões de brasileiros”
Segundo o colunista Elio Gaspari, há mais jabutis na forquilha da MP 627, caso delatado por Nelson de Mello, ex-diretor de relações institucionais da Hypermarcas; “a relação de Lucio Bolonha Funaro com Eduardo Cunha e dele com operadoras de planos de saúde levou o Ministério Público à caixa preta desse mercado bilionário que vive das mensalidades de 70 milhões de brasileiros” (Foto: Roberta Namour)

247 - Segundo o colunista Elio Gaspari, há mais jabutis na forquilha da MP 627, caso delatado por Nelson de Mello, ex-diretor de relações institucionais da Hypermarcas.

“A relação de Lucio Bolonha Funaro com Eduardo Cunha e dele com operadoras de planos de saúde levou o Ministério Público à caixa preta desse mercado bilionário que vive das mensalidades de 70 milhões de brasileiros”, diz.

Ele conta que durante o ano eleitoral de 2014, a MP 627 foi enxertada por 523 contrabandos. Num deles, enfiou-se uma anistia parcial a planos de saúde que descumpriam suas obrigações contratuais. A operadora que tivesse sido multada de duas a 50 vezes pela mesma razão pagaria apenas duas multas. “Premiava-se com um refresco calculado em R$ 2 bilhões o desrespeito ao consumidor, estimulando-se a ineficiência de um sistema que está entre os campeões na lista negra dos organismos de defesa dos cidadãos”.

Gaspari ressalta, no entanto, que, para desgosto de grandes operadores de planos de saúde, generosos doadores de campanhas eleitorais e simpáticos admiradores de comissários petistas, Dilma Rousseff vetou o artigo (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247