George Marques: STJ pode soltar Cunha para blindar Temer

O jornalista George Marques, do The Inthercept Brasil, mostrou em seu Facebook um plano que pode estar em curso para proteger Michel Temer e abafar as investigações da Operação Lava Jato; Marques escreveu que o STJ pode até soltar o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha; "Hoje faz-se tudo pela sobrevivência e estabilidade do governo Temer. Não duvidem se o STJ conceder habeas corpus e soltar Eduardo Cunha da cadeia. Cunha é uma bomba relógio prestes a explodir. Foi ex-presidente da Câmara, líder do PMDB e muito próximo a Temer. Se quiser, Cunha pode detalhar informações sobre negócios suspeitos de empresários com pessoas do governo. Deste e do anterior", disse Marques

Brasília- DF 01-07-2015- Vice-Presidente Michel Temer, Eduarado Cunha, Renan Calheiros, Presidente do PT, Rui Falcão durante posse da presidente do PCdoB, Luciana Santos. Foto: Lula Marques/ Agência PT
Brasília- DF 01-07-2015- Vice-Presidente Michel Temer, Eduarado Cunha, Renan Calheiros, Presidente do PT, Rui Falcão durante posse da presidente do PCdoB, Luciana Santos. Foto: Lula Marques/ Agência PT (Foto: José Barbacena)

247 - O jornalista George Marques, do The Inthercept Brasil, mostrou em seu Facebook um plano que pode estar em curso para proteger Michel Temer e abafar as investigações da Operação Lava Jato. Marques escreveu que o STJ pode até soltar o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha.

"Hoje faz-se tudo pela sobrevivência e estabilidade do governo Temer. Não duvidem se o STJ conceder habeas corpus e soltar Eduardo Cunha da cadeia. Cunha é uma bomba relógio prestes a explodir. Foi ex-presidente da Câmara, líder do PMDB e muito próximo a Temer. Se quiser, Cunha pode detalhar informações sobre negócios suspeitos de empresários com pessoas do governo. Deste e do anterior", disse Marques.

"Cunha tem disposição para falar o que sabe, e aguarda o momento exato pra isso. Infelizmente, alguma bóia de salva-vidas será lançada a ele, em forma de habeas corpus ao STJ. Its the economy, stupid!", finalizou o jornalista.

Prisão

O ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi preso em 19 de outubro de 2016 em Brasília. A decisão foi do juiz Sérgio Moro no processo em que Cunha é acusado de receber propina de contrato de exploração de Petróleo no Benin, na África, e de usar contas na Suíça para lavar o dinheiro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247