Gindre: política brasileira de atração de turistas é um fiasco

Jornalista Gustavo Gindre criticou a política de atração de turista do Brasil, especialmente para os eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas do Rio; "A política de atração de turistas foi um verdadeiro fracasso. Gastamos bilhões para um resultado pífio", criticou; "Se queremos ter algum sucesso no turismo, o ponto de partida é reconhecer o fracasso da política pública. O segundo passo é parar com essa bobagem de que somos o lugar mais bonito do mundo, porque fica parecendo que fazemos um favor aos turistas em deixá-los visitar lugar tão lindo, com gente tão bacana", disse Gindre, ao compartilhar notícia sobre o baixo fluxo de turistas para o Brasil

Jornalista Gustavo Gindre criticou a política de atração de turista do Brasil, especialmente para os eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas do Rio; "A política de atração de turistas foi um verdadeiro fracasso. Gastamos bilhões para um resultado pífio", criticou; "Se queremos ter algum sucesso no turismo, o ponto de partida é reconhecer o fracasso da política pública. O segundo passo é parar com essa bobagem de que somos o lugar mais bonito do mundo, porque fica parecendo que fazemos um favor aos turistas em deixá-los visitar lugar tão lindo, com gente tão bacana", disse Gindre, ao compartilhar notícia sobre o baixo fluxo de turistas para o Brasil
Jornalista Gustavo Gindre criticou a política de atração de turista do Brasil, especialmente para os eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas do Rio; "A política de atração de turistas foi um verdadeiro fracasso. Gastamos bilhões para um resultado pífio", criticou; "Se queremos ter algum sucesso no turismo, o ponto de partida é reconhecer o fracasso da política pública. O segundo passo é parar com essa bobagem de que somos o lugar mais bonito do mundo, porque fica parecendo que fazemos um favor aos turistas em deixá-los visitar lugar tão lindo, com gente tão bacana", disse Gindre, ao compartilhar notícia sobre o baixo fluxo de turistas para o Brasil (Foto: Aquiles Lins)

Por Gustavo Gindre, em seu Facebook - Eu tenho mil críticas à indústria do turismo (muitas vezes ela é predatória do meio-ambiente e da cultura locais). Já vi localidades que viraram verdadeiras cidades cenográficas, totalmente fakes, voltadas para atender uma demanda turística.

Mas o objetivo da política pública nos últimos anos era trazer turistas. Copa do Mundo, Olimpíadas. Bilhões em investimentos públicos para trazer turistas.

E nada!!!!

Ah, mas a crise no país afugentou os turistas. Claro, claro. E por isso recebemos muito menos turistas do que o Egito, com os riscos de atentados.

Ah, mas é longe da Europa. Sim, com certeza. Por isso recebemos muito menos turistas do que a Indonésia, que fica pertinho da Europa.

Uma coisa é certa. A política de atração de turistas foi um verdadeiro fracasso. Gastamos bilhões para um resultado pífio.

Se queremos ter algum sucesso no turismo, o ponto de partida é reconhecer o fracasso da política pública. O segundo passo é parar com essa bobagem de que somos o lugar mais bonito do mundo, porque fica parecendo que fazemos um favor aos turistas em deixá-los visitar lugar tão lindo, com gente tão bacana.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247