Globo já cogita tapetão também contra Bolsonaro

Principal responsável pelo sequestro da democracia brasileira, obtida com a instrumentalização do Poder Judiciário, a Globo já sinaliza que poderá também se valer do tapetão judicial para impedir a candidatura do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ); o recado dos irmãos Marinho foi dado na coluna do jornalista Ancelmo Gois; "Nas fileiras de Bolsonaro, o medo é, naturalmente, menor em relação a Lula, cuja candidatura pode ser ceifada pela Justiça, em 24 de janeiro. Mas a impugnação da candidatura de Bolsonaro, pelo STF, é uma hipótese também", diz o jornalista; sonho da Globo seria uma eleição restrita a nomes como Henrique Meirelles, Marina Silva, Geraldo Alckmin e Luciano Huck

Principal responsável pelo sequestro da democracia brasileira, obtida com a instrumentalização do Poder Judiciário, a Globo já sinaliza que poderá também se valer do tapetão judicial para impedir a candidatura do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ); o recado dos irmãos Marinho foi dado na coluna do jornalista Ancelmo Gois; "Nas fileiras de Bolsonaro, o medo é, naturalmente, menor em relação a Lula, cuja candidatura pode ser ceifada pela Justiça, em 24 de janeiro. Mas a impugnação da candidatura de Bolsonaro, pelo STF, é uma hipótese também", diz o jornalista; sonho da Globo seria uma eleição restrita a nomes como Henrique Meirelles, Marina Silva, Geraldo Alckmin e Luciano Huck
Principal responsável pelo sequestro da democracia brasileira, obtida com a instrumentalização do Poder Judiciário, a Globo já sinaliza que poderá também se valer do tapetão judicial para impedir a candidatura do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ); o recado dos irmãos Marinho foi dado na coluna do jornalista Ancelmo Gois; "Nas fileiras de Bolsonaro, o medo é, naturalmente, menor em relação a Lula, cuja candidatura pode ser ceifada pela Justiça, em 24 de janeiro. Mas a impugnação da candidatura de Bolsonaro, pelo STF, é uma hipótese também", diz o jornalista; sonho da Globo seria uma eleição restrita a nomes como Henrique Meirelles, Marina Silva, Geraldo Alckmin e Luciano Huck (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Principal responsável pelo sequestro da democracia brasileira, obtida com a instrumentalização do Poder Judiciário, a Globo já sinaliza que poderá também se valer do tapetão judicial para impedir a candidatura do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Ou seja: não bastaria eliminar apenas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que desponta como favorito em todas as pesquisas.

O recado dos irmãos Marinho foi dado na coluna do jornalista Ancelmo Gois. "Nas fileiras de Bolsonaro, o medo é, naturalmente, menor em relação a Lula, cuja candidatura pode ser ceifada pela Justiça, em 24 de janeiro. Mas a impugnação da candidatura de Bolsonaro, pelo STF, é uma hipótese também", diz o jornalista.

O sonho da Globo seria uma eleição restrita a nomes como Henrique Meirelles, Marina Silva, Geraldo Alckmin e Luciano Huck – todos domesticados e associados ao golpe.

Leia, abaixo, a nota de Ancelmo Gois:

Política

Nas fileiras de Bolsonaro, o medo é, naturalmente, menor em relação a Lula, cuja candidatura pode ser ceifada pela Justiça, em 24 de janeiro. 
Mas a impugnação da candidatura de Bolsonaro, pelo STF, é uma hipótese também, embora remota.

É que...
Em junho de 2016, o Supremo acolheu, por 4 x 1, a denúncia do MP contra o parlamentar por ele ter afirmado, em referência à deputada petista Maria do Rosário, que não a estupraria “porque ela não merece”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247