Goldman sobre Doria: ambição sem limites e conduta reprovável

Tucano histórico, o ex-governador Alberto Goldman faz uma retrospectiva do PSDB em tom de desabafo e de lamento, projetando parte da crise pela qual o partido atravessa ao pré-candidato ao governo de São Paulo, João Doria; Goldman destaca que Doria nada tem a ver com a história do partido e que, mesmo depois de exercer o mandato de prefeito de São Paulo por quatro anos não cumpridos, e "com ambições sem limites e conduta reprovável", o partido o apresentou como candidato a governador

Goldman sobre Doria: ambição sem limites e conduta reprovável
Goldman sobre Doria: ambição sem limites e conduta reprovável (Foto: ALE FRATA / FRAME)

247 - Tucano histórico, o ex-governador Alberto Goldman faz uma retrospectiva do PSDB em tom de desabafo e de lamento, projetando parte da crise pela qual o partido atravessa ao pré-candidato ao governo de São Paulo, João Doria. Goldman destaca que Doria nada tem a ver com a história do partido e que, mesmo depois de exercer o mandato de prefeito de São Paulo por quatro anos não cumpridos, e "com ambições sem limites e conduta reprovável", o partido o apresentou como candidato a governador.

"Difícil ver o que ocorre no PSDB de São Paulo sem se indignar com os caminhos que o partido tem trilhado. O PSDB nasceu há 30 anos para se afirmar como partido social-democrata, com liberdade de pensamento, respeito a opiniões diversas e democracia interna, para aprofundar a democracia tão duramente reconquistada, buscar reduzir as desigualdades sociais e construir um desenvolvimento econômico sustentável. Assim, venceu duas eleições presidenciais com Fernando Henrique Cardoso e diversas outras, em especial para o governo de São Paulo, com Mario Covas, Geraldo Alckmin e José Serra, além de bancadas expressivas na Câmara e Senado.

Parecia um sonho que vinha lenta e duramente se tornando realidade. Mesmo as eleições de Lula e Dilma não apagaram esse desejo, pois o partido continuou sendo um polo progressista na política nacional, o que nos levou a resultados expressivos nas últimas eleições presidenciais, estaduais e municipais. Contudo, o sonho ameaça se transformar em pesadelo. Após a eleição em 2016 de João Doria, que nada tem a ver com nossa história e nosso programa, para exercer o mandato de prefeito de São Paulo por quatro anos —mas com ambições sem limites e conduta reprovável—, o partido o apresenta como candidato a governador.  Por 24 anos, as administrações do PSDB no estado se mostraram profundamente exitosas, com resultados visíveis em diversas áreas, como o equilíbrio das contas; forte queda dos índices de homicídios; liderança nacional nas avaliações da educação; ampliação do acesso a centros de referência e ambulatórios de especialidades na saúde; melhor estrutura de transportes de passageiros e cargas no país, entre outros avanços reconhecidos nas seguidas eleições que vencemos."

Leia mais aqui


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247