Governo prepara medida que autoriza capital estrangeiro a controlar mídia

O fim da barreira foi recomendado pela OCDE, que a propôs como troca por uma possível vaga no bloco

Fachada do Ministério das Comunicações
Fachada do Ministério das Comunicações (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministério das Comunicações começa a discutir o fim das restrições ao capital estrangeiro na mídia, que hoje é de 30% de participação em rádio, TV e jornal impresso.

A recomendação é da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), que a propôs como forma de ganhar "pontos" para uma possível vaga no bloco, informa a Folha de S.Paulo.

Uma proposta deve ser apresentada já neste trimestre, antes mesmo da apresentação de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) movida por emissoras de rádio e TV e o deputado Eli Corrêa Filho (DEM-SP) que prevê a ampliação da restrição de 30% para 49%. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email