Guedes deve desculpas às mulheres e a Brigitte Macron, diz Kennedy Alencar

"O Brasil não pode normalizar esse tipo de comportamento, porque é assim que as democracias morrem. Uma autoridade pública não pode agir como se estivesse em uma briga de boteco", afirma o jornalista

(Foto: Editora 247)

Por Kennedy Alencar, em seu blog – O ministro da Economia, Paulo Guedes, deveria pedir desculpa pela ofensa que dirigiu hoje a Brigitte Macron, esposa do presidente da França, Emmanuel Macron.

Com maior grosseria, Guedes repetiu o xingamento que Bolsonaro fizera ao endossar um comentário de um internauta. O ministro da Economia foi machista, misógino e mal-educado.

O Brasil não pode normalizar esse tipo de comportamento, porque é assim que as democracias morrem. Uma autoridade pública não pode agir como se estivesse em uma briga de boteco.

Guedes deveria estar preocupado com os investimentos diretos franceses para ajudar a economia brasileira a sair do buraco. Deveria agir à altura do cargo que ocupa. Quem conduz a economia de um país precisa ter mais cautela e educação.

O episódio é lamentável. Mancha ainda mais a imagem do Brasil no exterior e envergonha os brasileiros. Ouça o comentário a partir dos 3 minutos e 43 segundos no áudio no fim do texto.

*

É pouco

Por meio da assessoria, Guedes divulgou nota no fim do dia pedindo desculpa. Ele deve uma fala direta sobre a sua grosseria.

*

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247