Guedes, o Posto Ipiranga, vendeu gasolina ‘batizada’ e até Bolsonaro percebeu

O jornalista Fernando Brito escreve que a manchete da Folha, em que Bolsonaro estabelece uma meta de crescimento compulsória para Paulo Guedes, confirma que a água chegou ao ministro da Economia

Paulo Guedes e Jair Bolsonaro
Paulo Guedes e Jair Bolsonaro (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Só o fato de ter-lhe sido imposta uma “meta” em meio a um quadro econômico mundial francamente desanimador mostra que Jair Bolsonaro não tem a menor noção de processos econômicos como também que Paulo Guedes é pusilânime o suficiente para aceitar, como qualquer gerente de loja, alcançar índices a todo custo, para não perder o emprego", escreve Fernando Brito.

"Li, agora há pouco, num destes fóruns de economia um comentário que tornou o riso inevitável: 'os investidores locais não acreditam mais na politica econômica do governo porque ninguém pode acreditar naquilo que não existe!' ”

"Cruel, porque até existe apenas para o mundo das finanças, que é parte, mas não toda a economia", arremata o editor do Tijolaço.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247