Helena Chagas: discurso da desobediência à Justiça prejudica Lula

 jornalista Helena Chagas, colunista do blog Os Divergentes, criticou o discurso de desobediência à decisão do TRF-4 que condenou o ex-presidente Lula a 12 anos de prisão; "O discurso da desobediência à Justiça é um prato cheio para as forças anti-lulistas, que não por acaso já começaram a reagir, sobretudo na mídia, acusando os petistas de desrespeitar o Estado de Direito. Uma coisa é apontar abusos e se colocar como injustiçado. Outra, muito diferente, é se colocar acima de uma decisão do Judiciário – por pior que seja ele – numa democracia. Isso é grave e pode tirar votos", diz Chagas

 jornalista Helena Chagas, colunista do blog Os Divergentes, criticou o discurso de desobediência à decisão do TRF-4 que condenou o ex-presidente Lula a 12 anos de prisão; "O discurso da desobediência à Justiça é um prato cheio para as forças anti-lulistas, que não por acaso já começaram a reagir, sobretudo na mídia, acusando os petistas de desrespeitar o Estado de Direito. Uma coisa é apontar abusos e se colocar como injustiçado. Outra, muito diferente, é se colocar acima de uma decisão do Judiciário – por pior que seja ele – numa democracia. Isso é grave e pode tirar votos", diz Chagas
 jornalista Helena Chagas, colunista do blog Os Divergentes, criticou o discurso de desobediência à decisão do TRF-4 que condenou o ex-presidente Lula a 12 anos de prisão; "O discurso da desobediência à Justiça é um prato cheio para as forças anti-lulistas, que não por acaso já começaram a reagir, sobretudo na mídia, acusando os petistas de desrespeitar o Estado de Direito. Uma coisa é apontar abusos e se colocar como injustiçado. Outra, muito diferente, é se colocar acima de uma decisão do Judiciário – por pior que seja ele – numa democracia. Isso é grave e pode tirar votos", diz Chagas (Foto: Aquiles Lins)

247 - A jornalista Helena Chagas, colunista do blog Os Divergentes, criticou o discurso de desobediência à decisão do TRF-4 que condenou o ex-presidente Lula a 12 anos de prisão. 

"O discurso da desobediência à Justiça é um prato cheio para as forças anti-lulistas, que não por acaso já começaram a reagir, sobretudo na mídia, acusando os petistas de desrespeitar o Estado de Direito. Uma coisa é apontar abusos e se colocar como injustiçado. Outra, muito diferente, é se colocar acima de uma decisão do Judiciário – por pior que seja ele – numa democracia. Isso é grave e pode tirar votos", diz Chagas. 

Segundo ela, pode criar um espírito de corpo no Judiciário e dificultar a vida do próprio Lula nos próximos recursos ao STJ e ao STF. "Por que serão compreensivos com quem diz que decisão da Justiça não vale nada? Há momentos em que é difícil, muito difícil, manter o sangue frio. Mas é justamente nessas  horas que é preciso respirar fundo e agir calculadamente, calibrando ação e indignação em doses certas", afirma. 

Leia o texto na íntegra em Os Divergentes

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247