Heleno agride jornalista que revelou crítica dele a Bolsonaro: 'medíocre'

Chefe do GSI chamou a jornalista Thaís Oyama, autora do livro Tormenta, de "medíocre e desapegada à verdade". "O texto é a cara dela: mal feito, pouco confiável e inútil, sob qualquer aspecto", atacou. Livro afirma que o general Augusto Heleno chamou Bolsonaro de "despreparado" durante a campanha

O general da reserva Augusto Heleno, chefe do GSI, agride jornalista.
O general da reserva Augusto Heleno, chefe do GSI, agride jornalista. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

247 - O general Augusto Heleno, ministro da Segurança do Gabinete Institucional (GSI), agrediu verbalmente a jornalista Thaís Oyama, autora do livro Tormenta, que teve mais um trecho divulgado nesta quinta-feira 16

De acordo com mais um dos bastidores revelados por Thaís, Heleno teria dito a seguinte frase sobre Jair Bolsonaro, ainda durante a campanha presidencial, sem saber que estava sendo gravado: 'o cara não sabe nada, pô, é um despreparado'.

"Sites fanaticamente antigovernistas publicaram trechos de um futuro livro, cuja autora é uma jornalista medíocre e desapegada à verdade. O objetivo é fomentar a discórdia entre membros do governo. O texto é a cara dela: mal feito, pouco confiável e inútil, sob qualquer aspecto", reagiu o general com agressividade no Twitter.

O jornalista Ricardo Noblat chegou a questionar: "Que grosseria! Por que agredir a pessoa ao invés de apenas desmentir o que julga errado?".

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247