Herdeiro de afiliada da Globo que matou agente de trânsito é preso

Rodolpho Carlos da Silva foi preso na segunda-feira (24), em sua residência, em João Pessoa, sem esboçar reação; ele é herdeiro de uma família tradicional paraibana, que é dona da afiliada da Globo no estado; Rodolpho é acusado de atropelar, no dia 21 de janeiro, agente de trânsito Diogo Nascimento, durante blitz da Lei Seca; Porsche que Rodolpho dirigia passou por cima do agente, que não resistiu e morreu

Rodolpho Carlos da Silva foi preso na segunda-feira (24), em sua residência, em João Pessoa, sem esboçar reação; ele é herdeiro de uma família tradicional paraibana, que é dona da afiliada da Globo no estado; Rodolpho é acusado de atropelar, no dia 21 de janeiro, agente de trânsito Diogo Nascimento, durante blitz da Lei Seca; Porsche que Rodolpho dirigia passou por cima do agente, que não resistiu e morreu
Rodolpho Carlos da Silva foi preso na segunda-feira (24), em sua residência, em João Pessoa, sem esboçar reação; ele é herdeiro de uma família tradicional paraibana, que é dona da afiliada da Globo no estado; Rodolpho é acusado de atropelar, no dia 21 de janeiro, agente de trânsito Diogo Nascimento, durante blitz da Lei Seca; Porsche que Rodolpho dirigia passou por cima do agente, que não resistiu e morreu (Foto: José Barbacena)

247 - O jovem Rodolpho Carlos da Silva, 21, foi preso na segunda-feira (24), em sua residência, em João Pessoa, sem esboçar reação. Rodolpho é herdeiro de uma família tradicional, que dona da afiliada da Globo no estado. Ele é acusado de atropelar, no dia 21 de janeiro, agente de trânsito Diogo Nascimento, durante blitz da Lei Seca. O Porsche que Rodolpho dirigia passou por cima do agente, que não resistiu e morreu. 

O impacto da colisão foi tão forte que a placa do veículo ficou na cena do crime.

Rodolpho Carlos pertence a uma das famílias mais poderosas do Nordeste. Seu pai é um magnata dono do São Braz — um dos grupos que mais produz café torrado no Brasil. Seu avô é José Carlos da Silva, ex-senador da República e ex-vice governador da Paraíba.

Além do conglomerado de indústrias alimentícias, a família de Rodolpho também é dona de empresas de comunicação locais — incluindo jornais, rádios e TV afiliada da Rede Globo no Estado.

O caso despertou indignação na população paraibana por duas razões fundamentais: mobilização do alto escalão do judiciário local para proteger o jovem empresário e blindagem de boa parte da mídia. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247