Hildegard Angel: Final feliz de Jorge Luz e seu Aprendiz Cunha poderá ser em castelo na Espanha

Em seu blog, a jornalista diz que Jorge Luz, o maior operador da corrupção do país, preso neste sábado pela Lava Jato, junto com seu filho, construiu imensa fortuna e adquiriu um dos castelos da duquesa de Alba, em Sevilha, após a morte, em 2014, da mulher mais rica da Espanha e maior colecionadora de títulos de nobreza do mundo; Hildegard lembra que Luz, que instruiu e orientou Eduardo Cunha em seus primeiros passos, "introduzindo-o no mundo do lobismo, das articulações, intermediações, pressões e maquinações", tem seu paraíso fiscal em Andorra

Em seu blog, a jornalista diz que Jorge Luz, o maior operador da corrupção do país, preso neste sábado pela Lava Jato, junto com seu filho, construiu imensa fortuna e adquiriu um dos castelos da duquesa de Alba, em Sevilha, após a morte, em 2014, da mulher mais rica da Espanha e maior colecionadora de títulos de nobreza do mundo; Hildegard lembra que Luz, que instruiu e orientou Eduardo Cunha em seus primeiros passos, "introduzindo-o no mundo do lobismo, das articulações, intermediações, pressões e maquinações", tem seu paraíso fiscal em Andorra
Em seu blog, a jornalista diz que Jorge Luz, o maior operador da corrupção do país, preso neste sábado pela Lava Jato, junto com seu filho, construiu imensa fortuna e adquiriu um dos castelos da duquesa de Alba, em Sevilha, após a morte, em 2014, da mulher mais rica da Espanha e maior colecionadora de títulos de nobreza do mundo; Hildegard lembra que Luz, que instruiu e orientou Eduardo Cunha em seus primeiros passos, "introduzindo-o no mundo do lobismo, das articulações, intermediações, pressões e maquinações", tem seu paraíso fiscal em Andorra (Foto: Gisele Federicce)

Por Hildegard Angel, em seu blog - Jorge Luz, o maior operador da corrupção do país, permanece na ativa desde os militares. Conforme o noticiário, na Petrobras ele age desde 1986, em conluio com o PMDB. Contudo, perto do tamanho de seu próprio enriquecimento, parecem irrisórios os 40 milhões de dólares que ele teria distribuído em propinas ao partido nas negociatas.

Só mesmo o detentor de imensa fortuna poderia ter adquirido, como ele fez, um dos castelos da duquesa de Alba, em Sevilha, após a morte, em 2014, da mulher mais rica da Espanha e maior colecionadora de títulos de nobreza do mundo – e por isso não precisava se ajoelhar nem para o Papa. Naquela ocasião, Luz interessou-se em obter a cidadania espanhola, empenhando-se para isso junto um amigo português, lobista com bom trânsito na realeza de Espanha.

Como é de costume nas transações envolvendo grandes propriedades europeias, o castelo da duquesa de Alba, joia da arquitetura espanhola, foi vendido "com porteiras fechadas", isto é, com tudo que há dentro, do mobiliário aos quadros nas paredes até às roupas nos cabides.

Vai depender do teor e do sabor das delações premiadas de Luz saber quando ele poderá voltar a desfrutar de seus luxuosos ambientes palacianos...

Em Curitiba, o decano dos lobistas, Jorge Luz, vai compartilhar muros prisionais com seu Aprendiz, aquele a quem dedica particular admiração e por quem se encantou ao conhecer e perceber nele múltiplos e especiais talentos. Foi Jorge quem, desde sempre, o instruiu e orientou nos primeiros passos, introduzindo-o no mundo do lobismo, das articulações, intermediações, pressões e maquinações. Falo de quem? Pensaram que eu fosse dizer Fernando Baiano? Não, meus amores, Baiano é só aparência, figuração. Falo de Eduardo Cunha, o verdadeiro gênio da raça.

Confira aqui as fotos do palácio.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247