Janio: Alvos de vazamentos, tucanos devem agora apoiar projeto contra abuso de poder

"Em causa própria, os peessedebistas se mexem. Se isso confirmar também a disposição de apoiar o projeto contra o abuso de autoridade, a aprovação está garantida. E a reação da Lava Jato, prometida", escreve o jornalista, que diz ser "estranhável o repetido lançamento do protegido Aécio no fogaréu da Odebrecht, passado tão pouco de sua festiva e pública confraternização com Sérgio Moro"

"Em causa própria, os peessedebistas se mexem. Se isso confirmar também a disposição de apoiar o projeto contra o abuso de autoridade, a aprovação está garantida. E a reação da Lava Jato, prometida", escreve o jornalista, que diz ser "estranhável o repetido lançamento do protegido Aécio no fogaréu da Odebrecht, passado tão pouco de sua festiva e pública confraternização com Sérgio Moro"
"Em causa própria, os peessedebistas se mexem. Se isso confirmar também a disposição de apoiar o projeto contra o abuso de autoridade, a aprovação está garantida. E a reação da Lava Jato, prometida", escreve o jornalista, que diz ser "estranhável o repetido lançamento do protegido Aécio no fogaréu da Odebrecht, passado tão pouco de sua festiva e pública confraternização com Sérgio Moro" (Foto: Gisele Federicce)

247 – O jornalista Janio de Freitas observa que, com o rumo que os vazamentos da Lava Jato vem tomando, atingindo também os tucanos, antes intocáveis, o projeto contra abuso de autoridade pode passar a ser defendido por esses políticos, que antes o criticavam.

"Espicaçadas por Aécio Neves, estão indignadas com o vazamento que acusa esse seu chefe de receber alto suborno da Odebrecht, por intermédio de uma conta da irmã em banco de Nova York. Os peessedebistas passam a achar que o projeto contra abuso, por eles rejeitado, é mesmo necessário", diz ele, em referência à última capa de Veja, sobre Aécio.

Para Janio, o último vazamento contra Aécio é "esquisito". "Aécio ficou de pedir ao ministro Edson Fachin uma 'investigação rigorosa' do vazamento. Em causa própria, os peessedebistas se mexem. Se isso confirmar também a disposição de apoiar o projeto contra o abuso de autoridade, a aprovação está garantida. E a reação da Lava Jato, prometida", afirma. Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247