Janio: Bolsonaro segue política externa dos Estados Unidos

"A política externa que se antecipa não será do Brasil. Mais do que caudatária dos Estados Unidos por ideologia, será uma ação a serviço dos Estados Unidos e praticada por imitações. Não e nunca a política internacional de um país soberano, ainda que em frangalhos", escreve o colunista Janio de Freitas, ao comentar o Brasil convertido em colônia dos EUA por Jair Bolsonaro

Janio: Bolsonaro segue política externa dos Estados Unidos
Janio: Bolsonaro segue política externa dos Estados Unidos

247 – O colunista Janio de Freitas avalia que Jair Bolsonaro decidiu converter o Brasil numa espécie de colônia dos Estados Unidos, por meio da política externa que pretende lançar mão no Itamaraty. "A política externa que se antecipa não será do Brasil. Mais do que caudatária dos Estados Unidos por ideologia, será uma ação a serviço dos Estados Unidos e praticada por imitações. Não e nunca a política internacional de um país soberano, ainda que em frangalhos", diz ele, em artigo publicado neste domingo.

"O que se pode esperar do futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, é uma figuração, ocupada com o desempenho burocrático do Itamaraty. A orientação de Bolsonaro em assuntos de política externa vem e virá do seu filho Eduardo", diz ainda Janio, referindo-se ao papel decorativo do chanceler.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247