Janio de Freitas: Bolsonaro contra a Folha é distinção exclusiva

O jornalista Janio de Freitas comenta as 'rusgas' entre o presidente eleito Bolsonaro e o jornal Folha de S. Paulo; para Janio, Bolsonaro é incapaz de aceitar criticas e esse traço o faz cair em armadilhas próprias - a ponto de anunciar um processo de dessalinização que já existe no país; o jornalista chega mesmo a ironizar a repulsa que Bolsonaro sente pelo jornal: "vê-se que é uma distinção exclusiva, e dessas que não se tem como agradecer nem corresponder"

Janio de Freitas: Bolsonaro contra a Folha é distinção exclusiva
Janio de Freitas: Bolsonaro contra a Folha é distinção exclusiva

247 - O jornalista Janio de Freitas comenta as rusgas entre o presidente eleito Bolsonaro e o jornal Folha de S. Paulo. Para Janio, Bolsonaro é incapaz de aceitar criticas e esse traço o faz cair em armadilhas próprias - a ponto de anunciar um processo de dessalinização que já existe no país. O jornalista chega mesmo a ironizar a repulsa que Bolsonaro sente pelo jornal: "vê-se que é uma distinção exclusiva, e dessas que não se tem como agradecer nem corresponder."

Em seu artigo, publicado no jornal Folha de S. Paulo, Janio de Freitas destaca que "Jair Bolsonaro não se conforma em ver na Folha textos que não lhe convêm. Tamanha é a sua consideração pelo jornal que reage com insultos, trata mal gente da casa, adverte que prejudicará a empresa, quando dos seus desagrados. Vê-se que é uma distinção exclusiva, e dessas que não se tem como agradecer nem corresponder. Mas é ainda mais rica a sua reação à importante e bem realizada reportagem de Thais Bilenky, baseada na observação de que, 'pela primeira vez na história da República', um presidente se empossará 'sem nenhum representante' do Nordeste e do Norte 'no primeiro escalão' do novo governo."

E acrescenta: "está claro que Bolsonaro ignora o indispensável sobre a sua solução técnica. O interesse pela dessalinização vem de longe também no Brasil. A tecnologia não é problema. Suas modalidades são conhecidas aqui, já foram testadas, técnicos para aplicá-las não faltariam. Caso alguma dessas modalidades se mostrasse suportável financeiramente. Nem são as instalações, que custam uma só vez. O custo operacional é muito alto e permanente, em descompasso com as condições socioeconômicas da região."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247