Jânio questiona interpretação de Gabrielli

Colunista ironiza entrevista do ex-presidente da Petrobras Sérgio Gabrielli, na qual diz que documento usado para embasar compra de Pasadena é 'omisso', mas 'não falho': “a omissão no documento não é uma falha? Espera-se que ele revele a nova verdade sobre o idioma”

Colunista ironiza entrevista do ex-presidente da Petrobras Sérgio Gabrielli, na qual diz que documento usado para embasar compra de Pasadena é 'omisso', mas 'não falho': “a omissão no documento não é uma falha? Espera-se que ele revele a nova verdade sobre o idioma”
Colunista ironiza entrevista do ex-presidente da Petrobras Sérgio Gabrielli, na qual diz que documento usado para embasar compra de Pasadena é 'omisso', mas 'não falho': “a omissão no documento não é uma falha? Espera-se que ele revele a nova verdade sobre o idioma” (Foto: Roberta Namour)

247 – O colunista Jânio de Freitas questionou a interpretação de Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras, sobre o parecer apresentado para o colegiado para a aprovação da compra de Pasadena pela estatal. Leia:

Para Gabrielli, o documento é 'omisso', mas 'não falho'. “A omissão no documento não é uma falha?”, questiona Jânio, ironizando: “Em 513 deputados, contamos ao menos com Tiririca, símbolo verdadeiro de dedicação na Casa, para cobrar de Gabrielli que nos revele a nova verdade do idioma, já que outras de outros assuntos lhe podem ser mais difíceis”.

Segundo ele, para quem seria uma das duas estrelas da CPI, Gabrielli não parece propriamente colaborativo com os planos de Aécio Neves e Eduardo Campos para ele: "A oposição precisa aprender que assuntos técnicos requerem uma abordagem diferente do espetáculo de uma CPI em ano eleitoral" (leia mais).

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247