Janio: traição de Temer pode contemplar réus da Lava Jato

Colunista Janio de Freitas critica a ‘traição’ do vice contra Dilma Rousseff e diz que Michel Temer precisou recorrer à combinação de ridículo e inverdade; ele também sugere que sua possível vitória pode ajudar réus da Lava Jato; ‘dos "anões do Orçamento" a Eduardo Cunha, a coleção é completa. Incluído, claro, o recordista, quando governador, de transações anuladas por fraude com as grandes empreiteiras. Se é um sinal para a Operação Lava Jato e seus desdobramentos, cabe-lhe interpretar. Por mim, pelo que já vi, nisso não percebo sinal, mas certeza’

Colunista Janio de Freitas critica a ‘traição’ do vice contra Dilma Rousseff e diz que Michel Temer precisou recorrer à combinação de ridículo e inverdade; ele também sugere que sua possível vitória pode ajudar réus da Lava Jato; ‘dos "anões do Orçamento" a Eduardo Cunha, a coleção é completa. Incluído, claro, o recordista, quando governador, de transações anuladas por fraude com as grandes empreiteiras. Se é um sinal para a Operação Lava Jato e seus desdobramentos, cabe-lhe interpretar. Por mim, pelo que já vi, nisso não percebo sinal, mas certeza’
Colunista Janio de Freitas critica a ‘traição’ do vice contra Dilma Rousseff e diz que Michel Temer precisou recorrer à combinação de ridículo e inverdade; ele também sugere que sua possível vitória pode ajudar réus da Lava Jato; ‘dos "anões do Orçamento" a Eduardo Cunha, a coleção é completa. Incluído, claro, o recordista, quando governador, de transações anuladas por fraude com as grandes empreiteiras. Se é um sinal para a Operação Lava Jato e seus desdobramentos, cabe-lhe interpretar. Por mim, pelo que já vi, nisso não percebo sinal, mas certeza’ (Foto: Roberta Namour)

247 – O colunista Janio de Freitas criticou a ‘traição’ do vice contra Dilma Rousseff e disse que Michel Temer precisou recorrer à combinação de ridículo e inverdade.

“O rompimento pessoal e do PMDB com Dilma, conduzido por Michel Temer de ponta a ponta, com auxílios de Romero Jucá como "laranja", foi incomum em política”, afirmou.

Ele também sugere que sua possível vitória pode ajudar réus da Lava Jato: ‘dos "anões do Orçamento" a Eduardo Cunha, a coleção é completa. Incluído, claro, o recordista, quando governador, de transações anuladas por fraude com as grandes empreiteiras. Se é um sinal para a Operação Lava Jato e seus desdobramentos, cabe-lhe interpretar. Por mim, pelo que já vi, nisso não percebo sinal, mas certeza’ (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247