Joice, que hoje exalta 1964, condenava ditadura

Após ser alvo de linchamento nas redes sociais por defender comemoração da Ditadura Militar no próximo dia 31, a deputada Joice Hasselmann começou a apagar tweets dela contrários ao Golpe de 1964; confira 

Joice, que hoje exalta 1964, condenava ditadura
Joice, que hoje exalta 1964, condenava ditadura
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A deputada de extrema-direita Joice Hasselmann (PSL-SP) gerou uma onda de indignação nas redes sociais ao celebrar a comemoração da Ditadura Militar no próximo dia 31. 

Para Joice Hasselmann, a iniciativa de Bolsonaro para que as Força Armadas comemorem o golpe militar é a "retomada da narrativa verdadeira de nossa história". A parlamentar, porém, não falou que durante a ditadura o Congresso foi fechado, a imprensa foi censurada e opositores foram perseguidos, torturados e mortos (leia mais).

Depois de milhares de reações de internautas criticando a parlamentar, Joice começou a apagar tweets dela contrários à Ditadura Militar. 

Confira os tweets de Joice Hasselmann contra a Ditadura apagados de sua conta:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247