Jornal Nacional destaca ataques de Bolsonaro a jornalistas

O principal telejornal da Rede Globo mostrou o descontrole de Jair Bolsonaro em meio às perguntas dos jornalistas sobre o escândalo das rachadinhas que envolve Flávio Bolsonaro, e leu notas de repúdio de entidades representando profissionais da imprensa

(Foto: Reutes | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A edição desta sexta-feira, 20, do Jornal Nacional, da Rede Globo, deu destaque às agressões desferidas por Jair Bolsonaro contra jornalistas durante entrevista na porta do Palácio do Alvorada. 

O JN mostrou o descontrole de Bolsonaro em meio às perguntas dos jornalistas sobre o escândalo das rachadinhas que envolve o senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e outros ex-assessores do filho do presidente na Assembleia do Rio. 

Bolsonaro atacou o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, o Ministério Público do Rio e o juiz responsável pelos mandados de busca e apreensão contra Flávio, em seguidaagrediu os jornalistas presentes. “Você tem uma cara de homossexual terrível, nem por isso eu te acuso de ser homossexual", disse Bolsonaro (leia msi no Brasil 247). 

O telejornal leu, em seguida, duas notas de entidades representando profissionais da imprensa: uma da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e outra do Sindicato de Jornalistas do Distrito Federal.

“Atacar jornalistas como forma de evitar prestar informações de interesse público e receber aplausos de apoiadores é ação incompatível com o respeito ao trabalho da imprensa, fundamental para a democracia”, diz trecho escrito pela Abraji lido pelo apresentador William Bonner.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247