Jornalistas da Fox News se demitem por documentário favorável à invasão do Capitólio

Segundo o documentário, não houve violência no momento da invasão do Capitólio. Teria ocorrido uma “bandeira falsa” do movimento, que fez com que conservadores fossem perseguidos

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Dois jornalistas da Fox News pediram demissão após emissora norte-americana divulgar trailer de um documentário defendendo a invasão ao Capitólio (parlamento norte-americano) em janeiro deste ano. O especial se chama “Patriot Purge” (o expurgo patriótico, em português).

Segundo os jornalistas Jonah Goldberg e Stephen Hayes afirmam que o canal, que apoia o ex-presidente dos Estados Unidos (EUA) Donald Trump, está indo longe demais. “Totalmente ultrajante. Isso vai levar à violência”, disseram.

O documentário é apresentado pelo trumpista Tucker Carlson e seu trailer foi lançado no dia 27 de outubro, sendo dias depois disponibilizado no serviço de streaming da Fox.

PUBLICIDADE

Segundo o documentário, não houve violência no momento da invasão do Capitólio. Teria ocorrido uma “bandeira falsa” do movimento, que fez com que conservadores fossem perseguidos.

Carlson também comemorou a saída dos colegas em entrevista ao New York Times: “Ótimas notícias”. “Telespectadores ficarão gratos”, completou.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email