Jornalistas do SBT mandam carta a direção e pedem saída de Marcão do Povo da emissora

Os jornalistas do SBT enviaram na sexta-feira uma carta de repúdio às declarações do apresentador Marcão do Povo, do "Primeiro Impacto", que na última semana sugeriu "campos de concentração" para pessoas que estivessem com o coronavírus

Marcão do Povo
Marcão do Povo (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os jornalistas do SBT enviaram na sexta-feira uma carta de repúdio às declarações do apresentador Marcão do Povo, do "Primeiro Impacto", que na última semana sugeriu "campos de concentração" para pessoas que estivessem com o coronavírus. Os jornalistas querem que Marcão seja dispensado da emissora após os 15 dias de suspensão que foram impostos a ele. A informação é do portal UOL. 

Nela, os jornalistas acusam Marcão do Povo de não seguir as recomendações de higiene recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e determinadas para a redação do SBT, colocando em risco a vida dos colegas.

Segundo a reportagem, a carta, enviada por e-mail e WhastApp, afirma que a fala de Marcão é inadmissível e não condiz com a história do SBT, concluindo que ele não é digno de ser contratado pela emissora paulista.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247