Josias: amoral, Temer escolhe a filha de um cúmplice

O colunista Josias de Souza criticou Michel Temer nesta quinta-feira, 4, pela escolha da deputada Cristiane Brasil (PTB), filha do ex-deputado Roberto Jefferson, como nova ministra do Trabalho; "Este é um governo guiado pela inconsciência moral", disse Josias; "Em qualquer país do mundo, um volume de 12,5 milhões de desempregados levaria o governo a tratar com reverência uma pasta batizada de Ministério do Trabalho. No Brasil de Temer, esse pedaço vital da máquina pública pertence ao PTB", acrescenta

O colunista Josias de Souza criticou Michel Temer nesta quinta-feira, 4, pela escolha da deputada Cristiane Brasil (PTB), filha do ex-deputado Roberto Jefferson, como nova ministra do Trabalho; "Este é um governo guiado pela inconsciência moral", disse Josias; "Em qualquer país do mundo, um volume de 12,5 milhões de desempregados levaria o governo a tratar com reverência uma pasta batizada de Ministério do Trabalho. No Brasil de Temer, esse pedaço vital da máquina pública pertence ao PTB", acrescenta
O colunista Josias de Souza criticou Michel Temer nesta quinta-feira, 4, pela escolha da deputada Cristiane Brasil (PTB), filha do ex-deputado Roberto Jefferson, como nova ministra do Trabalho; "Este é um governo guiado pela inconsciência moral", disse Josias; "Em qualquer país do mundo, um volume de 12,5 milhões de desempregados levaria o governo a tratar com reverência uma pasta batizada de Ministério do Trabalho. No Brasil de Temer, esse pedaço vital da máquina pública pertence ao PTB", acrescenta (Foto: Aquiles Lins)

247 - O colunista Josias de Souza criticou Michel Temer nesta quinta-feira, 4, pela escolha da deputada Cristiane Brasil (PTB), filha do ex-deputado Roberto Jefferson, como nova ministra do Trabalho. 

"Mas este é um governo guiado pela inconsciência moral. E o presidente, sem demora, já nas primeiras horas do ano, deflagrou uma nova orgia em cima dos detritos da farra anterior. Não teve tempo nem de limpar a mancha na almofada, colocar o abajur em pé e verificar se alguém ficou escondido atrás do sofá. Reabriu o balcão das barganhas à luz do dia, na frente das crianças", disse Josias. 

"Em qualquer país do mundo, um volume de 12,5 milhões de desempregados levaria o governo a tratar com reverência uma pasta batizada de Ministério do Trabalho. No Brasil de Temer, esse pedaço vital da máquina pública pertence ao PTB", acrescenta. 

O colunista do UOL lembra que Roberto Jefferson foi delator do chamado "mensalão" e teve o mandato cassado pela Câmara. Ele foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal a 7 anos e 14 meses de cadeia, mas ficou preso apenas 1 ano e 2 meses.

"Que beleza! Os empregos continuam sumidos. Mas o governo sujo de Temer resgatou a imagem mal lavada do clã de Jefferson. 'Alvíssaras!', gritarão os desempregados nas filas, brandindo seus currículos inúteis. O nome de Cristiane soou na delação da JBS como participante de negociação que rendeu R$ 20 milhões ao PTB. O dinheiro comprou o apoio da legenda à candidatura presidencial de Aécio Neves em 2014. Cristiane foi mencionada também na delação da Odebrecht como beneficiária de mochila com R$ 200 mil", lembra Josias.

Leia o artigo na íntegra

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247