Josias: Imaginar que a rua fortaleceu Bolsonaro é ilusão

"O pedaço da sociedade que tem simpatia por Bolsonaro foi às ruas para ronronar por ele. Imaginar que isso fortalece o governo do capitão é uma fantasia", afirmou o jornalista Josias de Souza; "Em seis meses, se tudo o que o governo tiver a apresentar contra o buraco fiscal, a sedação econômica e a perversão ética for um conjunto de desculpas"

Josias: Imaginar que a rua fortaleceu Bolsonaro é ilusão
Josias: Imaginar que a rua fortaleceu Bolsonaro é ilusão
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Josias de Souza destacou em seu blog no Uol que, neste domingo (26), "o pedaço da sociedade que tem simpatia por Bolsonaro foi às ruas para ronronar por ele. Imaginar que isso fortalece o governo do capitão é uma fantasia".

"Em seis meses, se tudo o que o governo tiver a apresentar contra o buraco fiscal, a sedação econômica e a perversão ética for um conjunto de desculpas, o mesmo asfalto que faz ronrom pode rosnar para Bolsonaro. Uma das belezas da democracia é a capacidade da opinião pública de identificar empulhações. Pragmático, o povo não costuma ser leal senão aos seus próprios interesses. Foi graças a essa peculiaridade, aliás, que Bolsonaro chegou à Presidênci", disse.

"No segundo turno da disputa presidencial, parte do eleitorado escolheu um vencedor, não um presidente. Muita gente votou em Jair Bolsonaro para impedir que o triunfo de Fernando Haddad devolvesse o Poder ao PT. Prevaleceu a exclusão, não a preferência. Numa conjuntura assim, marcada pela polarização extrema, caberia ao vitorioso a generosidade da pacificação. Bolsonaro preferiu acentuar as diferenças", afirmou. "O Brasil parece condenado à campanha perpétua", acrescentou.

De acordo com o jornalista, "mantido o ritmo, o capitão logo descobrirá que não há popularidade sem prosperidade". "E os manifestantes do dia 15 de maio e deste domingo tendem a se encontrar em manifestações conjuntas. Nessa hora, o centrão continuará representando um problema para o governo. Com uma diferença: o preço do apoio será bem mais caro. Quem tiver dúvidas, que pergunte para Michel Temer".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247