Josias: Temer encolheu e ficará ainda menor em 2018

Jornalista Josias de Souza classificou como "conversa fiada" a declaração de Michel Temer de que "a verdade venceu", após ele comprar o enterro da segunda denúncia criminal da Procuradoria-Geral da República; "O que prevaleceu foi o fisiologismo. A verdade continua encoberta pelo véu da impunidade, que só será levantado quando Temer deixar a Presidência e for realmente processado. Até lá, Temer terá de lidar com a nova verdade que o cerca. Ele se tornou um personagem menor. Diminuiu entre uma denúncia e outra. Tem agora 251 deputados apoiadores —menos da metade da Câmara", diz

Jornalista Josias de Souza classificou como "conversa fiada" a declaração de Michel Temer de que "a verdade venceu", após ele comprar o enterro da segunda denúncia criminal da Procuradoria-Geral da República; "O que prevaleceu foi o fisiologismo. A verdade continua encoberta pelo véu da impunidade, que só será levantado quando Temer deixar a Presidência e for realmente processado. Até lá, Temer terá de lidar com a nova verdade que o cerca. Ele se tornou um personagem menor. Diminuiu entre uma denúncia e outra. Tem agora 251 deputados apoiadores —menos da metade da Câmara", diz
Jornalista Josias de Souza classificou como "conversa fiada" a declaração de Michel Temer de que "a verdade venceu", após ele comprar o enterro da segunda denúncia criminal da Procuradoria-Geral da República; "O que prevaleceu foi o fisiologismo. A verdade continua encoberta pelo véu da impunidade, que só será levantado quando Temer deixar a Presidência e for realmente processado. Até lá, Temer terá de lidar com a nova verdade que o cerca. Ele se tornou um personagem menor. Diminuiu entre uma denúncia e outra. Tem agora 251 deputados apoiadores —menos da metade da Câmara", diz (Foto: Aquiles Lins)

247 - O jornalista Josias de Souza, colunista político do UOL, classificou como "conversa fiada" a declaração de Michel Temer de que "a verdade venceu", após ele comprar o enterro da segunda denúncia criminal da Procuradoria-Geral da República.

"O que prevaleceu foi o fisiologismo. A verdade continua encoberta pelo véu da impunidade, que só será levantado quando Temer deixar a Presidência e for realmente processado. Até lá, Temer terá de lidar com a nova verdade que o cerca. Ele se tornou um personagem menor. Diminuiu entre uma denúncia e outra. Tem agora 251 deputados apoiadores —menos da metade da Câmara", diz Josias. 

Josias lembra que Temer não tem votos suficientes para aprovar sua agenda neoliberal, que inclui a reforma da Previdência e comparou o peemedebista a uma mulher que diminuía diariamente de tamanho, personagem do livro Os Tambores Silenciosos, do escritor Josué Guimarães.

"Para evitar que a personagem percebesse o seu encolhimento, os familiares diminuíam as dimensões dos móveis. Serravam os pés das mesas e das cadeiras. Se não conseguir concluir suas reformas econômicas, Temer chegará ao final do mandato dormindo numa caixa de fósforo. Ele dirá que está tudo normal. Mas estranhará o curioso fenômeno que transformará seu filho, Michelzinho, num gigante", diz Josias. 

Leia o texto na íntegra no Blog do Josias.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247