Juristas do Grupo Prerrogativas se manifestam em defesa do jornalismo da Fórum

"Fórum é um dos sites jornalísticos mais importantes do Brasil, com quase vinte anos no mercado de comunicação", lembra o grupo de juristas, sobre a inclusão do veículo em uma lista produzida para a CPMI das Fake News

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Grupo Prerrogativas - O grupo Prerrogativas foi surpreendido no dia 3 de março com uma reportagem de O Globo que menciona a existência de uma lista produzida para a CPMI das Fake News com veículos supostamente envolvidos na divulgação de notícias falsas, entre eles a Revista Fórum.

Fórum é um dos sites jornalísticos mais importantes do Brasil, com quase vinte anos no mercado de comunicação, produzindo conteúdo de qualidade e de referência em várias áreas, especialmente política, cultura e direitos humanos. Conta com uma equipe de jornalistas e colunistas respeitados, que contribuem substancialmente para enriquecer o debate público no Brasil.

Por isso, para nós do Prerrogativas é um atentado contra a liberdade de imprensa e a diversidade informativa que uma comissão do Congresso Nacional produza esse tipo de documento para atacar um veículo como a Fórum. Essa prática remonta aos tempos da censura e da ditadura e nos faz pensar que há uma perseguição em curso à imprensa independente brasileira.

A depender dos membros do Grupo Prerrogativas essa tentativa não obterá sucesso. Iremos defender a Fórum e outros veículos com a sua qualidade e independência, com voz firme, onde for necessário, porque sabemos que um país sem uma imprensa livre e sem amplitude de vozes não é um país democrático.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247