Kennedy: Acordo com governadores ajuda Temer a consolidar poder

"Ao renegociar a dívida dos Estados com a União, o presidente interino, Michel Temer, obtém paz política com os governadores numa hora fundamental para tentar se consolidar no poder, bem no meio da batalha para aprovar no Senado o impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff. O apoio de governadores é instrumento de pressão eficaz sobre senadores", afirma o colunista Kennedy Alencar

"Ao renegociar a dívida dos Estados com a União, o presidente interino, Michel Temer, obtém paz política com os governadores numa hora fundamental para tentar se consolidar no poder, bem no meio da batalha para aprovar no Senado o impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff. O apoio de governadores é instrumento de pressão eficaz sobre senadores", afirma o colunista Kennedy Alencar
"Ao renegociar a dívida dos Estados com a União, o presidente interino, Michel Temer, obtém paz política com os governadores numa hora fundamental para tentar se consolidar no poder, bem no meio da batalha para aprovar no Senado o impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff. O apoio de governadores é instrumento de pressão eficaz sobre senadores", afirma o colunista Kennedy Alencar (Foto: Roberta Namour)

247 – Para o colunista Kennedy Alencar, o acordo com governadores fechado nesta segunda-feira ajuda o governo interino de Michel Temer a consolidar o poder:

“Ao renegociar a dívida dos Estados com a União, o presidente interino, Michel Temer, obtém paz política com os governadores numa hora fundamental para tentar se consolidar no poder, bem no meio da batalha para aprovar no Senado o impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff. O apoio de governadores é instrumento de pressão eficaz sobre senadores”, afirma.

Ele lembra que os Estados ganharam um alívio belo alívio. Só voltarão a pagar suas dívidas com a União em 2017, o que dá a eles tempo para reorganizar suas contas, já que será estendido aos Estados o mesmo limite para crescimento das despesas que a União quer aprovar por emenda constitucional – leia aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247