Kennedy: Dilma deve pedir desculpas a 'eleitor traído'

Segundo o colunista Kennedy Alencar, um pedido de desculpas pela presidente Dilma Rousseff pelas contradições entre a campanha à reeleição e o seu segundo governo vem sendo estudada pela presidente e pelo PT; "Desculpar-se de modo crível parece ser a única saída para a construção de uma narrativa que permita uma recomposição com uma parcela do eleitor dilmista desiludido", afirma; segundo o jornalista, Dilma já teria dado sinais de que pode vir a reconhecer eventuais erros de sua gestão; "Na entrevista da semana passada, a presidente chegou a dizer que não achava que não tinha errado"

Segundo o colunista Kennedy Alencar, um pedido de desculpas pela presidente Dilma Rousseff pelas contradições entre a campanha à reeleição e o seu segundo governo vem sendo estudada pela presidente e pelo PT; "Desculpar-se de modo crível parece ser a única saída para a construção de uma narrativa que permita uma recomposição com uma parcela do eleitor dilmista desiludido", afirma; segundo o jornalista, Dilma já teria dado sinais de que pode vir a reconhecer eventuais erros de sua gestão; "Na entrevista da semana passada, a presidente chegou a dizer que não achava que não tinha errado"
Segundo o colunista Kennedy Alencar, um pedido de desculpas pela presidente Dilma Rousseff pelas contradições entre a campanha à reeleição e o seu segundo governo vem sendo estudada pela presidente e pelo PT; "Desculpar-se de modo crível parece ser a única saída para a construção de uma narrativa que permita uma recomposição com uma parcela do eleitor dilmista desiludido", afirma; segundo o jornalista, Dilma já teria dado sinais de que pode vir a reconhecer eventuais erros de sua gestão; "Na entrevista da semana passada, a presidente chegou a dizer que não achava que não tinha errado" (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O colunista Kennedy Alencar reforçou nesta terça-feira, 18, o argumento que vem sendo utilizado pela oposição de que a presidente Dilma Rousseff deve pedir desculpas, principalmente aos seus eleitores, pelas contradições entre a campanha à reeleição e o seu segundo governo. 

"Quem votou na presidente e convive hoje com inflação na casa dos 10% ao ano, tarifaço e aumento de desemprego deve se sentir traído por ela. Mas Dilma continua a terceirizar a culpa para a crise internacional", afirma o jornalista. "Desculpar-se de modo crível parece ser a única saída para a construção de uma narrativa que permita uma recomposição com uma parcela do eleitor dilmista desiludido", afirma. 

Kennedy afirma que o assunto já vem sendo debatido entre a presidente e o próprio PT e que Dilma já teria dado sinais de que pode vir a reconhecer eventuais erros de sua gestão. "Na entrevista da semana passada, a presidente chegou a dizer que não achava que não tinha errado", afirmou.

Leia na íntegra o comentário de Kennedy Alencar. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email