Kennedy: Janot e STF têm razões para afastar Cunha

“Não aceitar uma investigação dos colegas depois do amontoado de denúncias às quais responde é jogar a favor da impunidade. E Cunha conta com uma comitiva de aliados que, na verdade, são cúmplices. Há um grupo de deputados que atua no Conselho de Ética para que não se dê um passo adiante. Nesse sentido, também incorrem na obstrução das investigações”, ressaltou o colunista Kennedy Alencar sobre as manobras de Eduardo Cunha (PMDB)

“Não aceitar uma investigação dos colegas depois do amontoado de denúncias às quais responde é jogar a favor da impunidade. E Cunha conta com uma comitiva de aliados que, na verdade, são cúmplices. Há um grupo de deputados que atua no Conselho de Ética para que não se dê um passo adiante. Nesse sentido, também incorrem na obstrução das investigações”, ressaltou o colunista Kennedy Alencar sobre as manobras de Eduardo Cunha (PMDB)
“Não aceitar uma investigação dos colegas depois do amontoado de denúncias às quais responde é jogar a favor da impunidade. E Cunha conta com uma comitiva de aliados que, na verdade, são cúmplices. Há um grupo de deputados que atua no Conselho de Ética para que não se dê um passo adiante. Nesse sentido, também incorrem na obstrução das investigações”, ressaltou o colunista Kennedy Alencar sobre as manobras de Eduardo Cunha (PMDB) (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – “Do mesmo jeito que se manifestará em relação ao rito do impeachment, seria recomendável que o STF (Supremo Tribunal Federal) também desse uma palavra sobre a forma ditatorial com que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e seus aliados tratam o Conselho de Ética da Casa”. É o que diz o colunista Kennedy Alencar.

Ele lembra que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já tem farto material para solicitar um afastamento de Cunha da presidência da Câmara.

“Não aceitar uma investigação dos colegas depois do amontoado de denúncias às quais responde é jogar a favor da impunidade. E Cunha conta com uma comitiva de aliados que, na verdade, são cúmplices. Há um grupo de deputados que atua no Conselho de Ética para que não se dê um passo adiante. Nesse sentido, também incorrem na obstrução das investigações”, ressaltou o jornalista (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email