Kennedy: migração do voto de Lula para Haddad ainda não começou pra valer

O jornalista Kennedy Alencar alerta que não há mais condições técnicas para se discutir se o PT estará ou não no segundo turno; para Kennedy, o PT terá no mínimo 20% dos votos do primeiro turno, o que o coloca no segundo turno com folga; ele diz ainda: "a pesquisa Datafolha mostra que ainda não começou para valer uma transferência de votos de Lula para Fernando Haddad, que tende a ser o nome que representará o PT nas urnas no dia 7 de outubro na eleição presidencial"

Kennedy: migração do voto de Lula para Haddad ainda não começou pra valer
Kennedy: migração do voto de Lula para Haddad ainda não começou pra valer
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Kennedy Alencar alerta que não há mais condições técnicas para se discutir se o PT estará ou não no segundo turno. Para Kennedy, o PT terá no mínimo 20% dos votos do primeiro turno, o que o coloca no segundo turno com folga. Ele diz ainda: "a pesquisa Datafolha mostra que ainda não começou para valer uma transferência de votos de Lula para Fernando Haddad, que tende a ser o nome que representará o PT nas urnas no dia 7 de outubro na eleição presidencial".

Kennedy destaca, em seu blog, portanto, que "é improvável que um candidato petista tenha menos do que 20% de votos nas urnas. Esse percentual pode ser suficiente para colocar Haddad no segundo turno. Ainda há um horário eleitoral no rádio e na TV no meio do caminho. Em duas semanas de propaganda massiva, será possível medir melhor os efeitos de Lula como cabo eleitoral, caso esteja confirmada a substituição do ex-presidente pelo ex-prefeito como cabeça de chapa até esse momento da eleição."

E acrescenta, na linha que prevê a agonia do PSDB: "outra pergunta também poderá ser respondida: o postulante do PSDB, o ex-governador Geraldo Alckmin, conseguirá quebrar a fortaleza eleitoral de Bolsonaro? Dificilmente haverá um segundo turno entre Alckmin e Bolsonaro, porque os dois disputam uma mesma fatia do eleitorado com orientação ideológica de direita."

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email