Kennedy: Moro deve explicar por que não quis apreender celulares de Cunha

"Por que Moro não tinha interesse nos telefones de Cunha, mas no iPad do neto do ex-presidente Lula?", questiona o jornalista Kennedy Alencar. "Pelos critérios que Moro e o procurador Deltan Dallagnol usaram na Lava Jato, eles deveriam estar respondendo a eventuais inquéritos, denúncias e processos"

247 - "O  ministro da Justiça, Sergio Moro, deve explicações ao país por ter orientado os procuradores da força-tarefa da Lava Jato a não apreender os celulares de Eduardo Cunha quando o peemedebista foi preso em 2016", destaca o jornalista Kennedy Alencar após as revelações do Intercept Brasil em parceria com o Buzzfeed.

"Por que Moro não tinha interesse nos telefones de Cunha, mas no iPad do neto do ex-presidente Lula?", questiona o jornalista. "Pelos critérios que Moro e o procurador Deltan Dallagnol usaram na Lava Jato, eles deveriam estar respondendo a eventuais inquéritos, denúncias e processos. Órgãos correcionais deveriam ter adotado medidas".

De acordo com o jornalista, "a lei tem de valer para todos, inclusive para os aplicadores do direito, que não podem se comportar como justiceiros". "Essa é a encruzilhada: seguir o caminho de uma democracia plena ou de uma república de bananas. Nossas instituições públicas e da sociedade civil e nosso sistema de freios e contrapesos precisam escolher qual trilha seguir".

Leia a íntegra no Blog do Kennedy Alencar






Moro divulgou em março de 2017 um grampo de conversa da então presidente Dilma com o ex-presidente Lula que havia sido captado após o prazo legal dado para a intercepção. Ele discutiu com Dallagnol o risco legal de divulgar, mas falou depois que valeu a pena. Ouviu reprimenda do então relator da Lava Jato no STF, Teori Zavascki, que considerou a divulgação ilegal. Pediu “excusas”.

Agora o país de tem fechar os olhos para o conteúdo da “Vaza Jato” que expõe o método de poderosos, algo que Moro achava bom quando não era o alvo? O jornalismo tem de valer para todos. 

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247