Kennedy: Para Planalto, Cunha não leva e vaza reunião

'Eduardo Cunha nega o encontro com Michel Temer, mas o Palácio do Planalto suspeita que o próprio presidente afastado da Câmara tenha vazado a reunião porque não obteve o suporte que desejava. Então, teria resolvido tornar público o encontro para demonstrar que ainda tem proximidade com Temer e deixar o presidente interino numa situação desconfortável, obrigando o Palácio do Planalto a falar em discussão do cenário político', afirma o colunista Kennedy Alencar

'Eduardo Cunha nega o encontro com Michel Temer, mas o Palácio do Planalto suspeita que o próprio presidente afastado da Câmara tenha vazado a reunião porque não obteve o suporte que desejava. Então, teria resolvido tornar público o encontro para demonstrar que ainda tem proximidade com Temer e deixar o presidente interino numa situação desconfortável, obrigando o Palácio do Planalto a falar em discussão do cenário político', afirma o colunista Kennedy Alencar
'Eduardo Cunha nega o encontro com Michel Temer, mas o Palácio do Planalto suspeita que o próprio presidente afastado da Câmara tenha vazado a reunião porque não obteve o suporte que desejava. Então, teria resolvido tornar público o encontro para demonstrar que ainda tem proximidade com Temer e deixar o presidente interino numa situação desconfortável, obrigando o Palácio do Planalto a falar em discussão do cenário político', afirma o colunista Kennedy Alencar (Foto: Roberta Namour)

247 – “O presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), quer algo praticamente impossível: socorro político de Michel Temer para tentar evitar a cassação. Mas, numa reunião na noite de domingo no Palácio do Jaburu, o presidente interino deixou claro que não tem como ajudá-lo”, afirma o colunista Kennedy Alencar.

Segundo ele, a avaliação do governo é que a situação política e jurídica de Cunha piorou muito e que dificilmente ele escapará da cassação. “Cunha nega o encontro, mas o Palácio do Planalto suspeita que o próprio presidente afastado da Câmara tenha vazado a reunião porque não obteve o suporte que desejava”, diz.

“Então, teria resolvido tornar público o encontro para demonstrar que ainda tem proximidade com Temer e deixar o presidente interino numa situação desconfortável, obrigando o Palácio do Planalto a falar em discussão do cenário político”, acrescenta (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247