Kotscho: Eduardo Campos era o líder mais preparado de sua geração

Para o jornalista, o ex-presidenciável, que morreu em um acidente de avião há um ano, "era o mais promissor, carismático e preparado líder da nova geração de políticos brasileiros, tão carente de lideranças"; segundo Ricardo Kotscho, se o líder do PSB estivesse vivo, certamente não seria o mesmo; "Tudo o que aconteceu depois, porém, reforçou minha certeza de que ele era o melhor, para o país, entre os quatro candidatos principais que disputaram a última eleição presidencial", escreve

Para o jornalista, o ex-presidenciável, que morreu em um acidente de avião há um ano, "era o mais promissor, carismático e preparado líder da nova geração de políticos brasileiros, tão carente de lideranças"; segundo Ricardo Kotscho, se o líder do PSB estivesse vivo, certamente não seria o mesmo; "Tudo o que aconteceu depois, porém, reforçou minha certeza de que ele era o melhor, para o país, entre os quatro candidatos principais que disputaram a última eleição presidencial", escreve
Para o jornalista, o ex-presidenciável, que morreu em um acidente de avião há um ano, "era o mais promissor, carismático e preparado líder da nova geração de políticos brasileiros, tão carente de lideranças"; segundo Ricardo Kotscho, se o líder do PSB estivesse vivo, certamente não seria o mesmo; "Tudo o que aconteceu depois, porém, reforçou minha certeza de que ele era o melhor, para o país, entre os quatro candidatos principais que disputaram a última eleição presidencial", escreve (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No dia em que se estivesse vivo, Eduardo Campos completaria 50 anos, o jornalista Ricardo Kotscho fez nesta segunda-feria, 10, em seu blog no R7, uma homenagem ao ex-governador de Pernambuco, morto em acidente aéreo no ano passado, quando disputava a Presidência da República. 

"Eduardo Henrique Accioly Campos era o mais promissor, carismático e preparado líder da nova geração de políticos brasileiros, tão carente de lideranças", afirmou.

Para Kotscho, que foi Secretário de Imprensa no governo Lula quando Campos ocupou o cargo de ministro de Ciência e Tecnologia, se o líder do PSB estivesse vivo, certamente não seria o mesmo, "este deserto de projetos e de ideias. Tudo o que aconteceu depois, porém, reforçou minha certeza de que ele era o melhor, para o país, entre os quatro candidatos principais que disputaram a última eleição presidencial", escreve Kotscho.

Leia na íntegra o post de Ricardo Kotscho. 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email